quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Grytviken

Latitude: -53.54
Longitude:-39.83












Imaginem um dia daqueles em que tudo corre 5 estrelas...bem, foi ontem!!!!! Mil desculpas pela oportunidade perdida de vos dizer alguma coisa sobre ontem mas…sabendo que vos quereis que eu tire máximo partido desta experiência, o melhor é fazer como a minha Mãe diz “aproveita tudo e depois quando tiveres tempo conta. Nós esperamos!”. Daí, a grande maioria das vezes em que vos escrevo é quando já toda a gente está a dormir, o sol já se pôs…e aí, escrever-vos sempre com alegria, pois não estou a perderr nada e ajuda-me a reflectir sobre tudo isto. Em cima pinguins rei a aproveitar o sol...em baixo a sinueta de um lobo marinho.

















Ontem foi um dos melhores dias do cruzeiro…não imaginaria que em 24 horas teria estado com pinguins rei, elefantes marinhos, rezar numa igreja, ter feito escalada, ter estado no cemitério onde Sir Ernest Shackleton está enterrado e partilhar momentos com amigos num dia de Sol Antárctico que nunca tinha tido….compreendem agora porque não deu tempo? Para mais, ontem à noite era eu e o Nathan a organizar um quiz show, actividade muito Britânica de perguntas e respostas, que durou a noite toda…exausto no fim da noite portanto. Daí, ter preferido descansar e hoje vos dizer (com mais um sorriso rasgado) aquilo que foi este extraordinário dia na capital da Geórgia do Sul, Grytviken (que tem 4 pessoas que oficialmente moram lá, o resto são cientistas ou touristas pessoas que estão aqui temporariamente!!!!). A vista da baía onde Grytviken está é esta...
































Na Terça-feira à noite, estavamos ao largo de Grytviken, com ventos fortes, e o capitão Graham e o cientista Geraint Tarling informou-nos que se este vento se mantivesse não iriamos a terra e partiriamos directamente para as Ilhas Falklands, logo de manhã do dia seguinte. Surpresa das surpresas, o vento baixou, o James Clark Ross atracou e às 9 da manhã, foi-nos anunciado que teriamos tempo para ir a terra até às 4 da tarde, pois havia uma questão com um dos motores que os engenheiros precisavam de ver. Imaginem: um dia de Sol fantástico, sem vento, poucas nuvens, um calorzinho bem bom (15 graus Celcius, o que é muito bom para o Antárctico). Todos a bordo ficamos delirantes com a notícia!!!! Abaixo Sophie Fielding e Gabriele Stowasser a desfrutar da vista...


































Após uma breve mensagem da representante do Governo da Geórgia do Sul para nos dar as boas vindas, partimos à aventura pela Ilha. Eu e a Nina Bednarsek decidimos ir ao longo da praia para estar com os animais mais de perto, mas sempre com a preocupação de não incomodar demasiado. Tivemos com elefantes marinhos (podem chegar aos 5.5 m e mais de 2 toneladas), penguins rei (chegam quase a 1 metro de altura e aos 16 kg de peso) , lobos marinhos (podem chegar aos 2 metros e 200 kg) e sempre rodeados por uma paisagem Linda com glaciares, montanhas, colónias de pinguins aqui e ali. Os sons eram apenas dos animais e o leve som do vento a passear pelo arvoredo…são daqueles minutos e horas que nos faz bem à alma e parece que nos dão muitos anos de vida!






































(Remember some of the best days of your life? Well, this was it for me. I did not managed to send a message yesterday because simply there was a big surprise. Captain Graham and the Principal Scientific Officer Geraint Tarling informed us that we would stay in Grytviken for a few hours. For us was a very nice surprise because the wind was quite strong the previous day and it seemed that we would live South Georgia without getting ashore in Grytviken. Everybody was so happy! It meant that we could go "explore" a bit of the area. Miss Emma Jones, the South Georgia Government representative, gave us a very nice speech that emphasized on the beauty of South Georgia and how we should preserve it the best way we can, so that others can enjoy it after us. With these few hours in hands we saw elephant seals, king penguins, visit the grave of Sir Ernest Shackleton, prayed in the Church, visited the Museum and walked a couple of hours to the top of a hill in which you could see Penguin River. Those are the moments in which hours can give you extra years to your life...this was it!)

13 comentários:

Anónimo disse...

Olá José,
Felizmente há acasos para qubrar a monotonía em que por vezes caímos. Não fora o programa da TSF e não me passaria pela cabeça a possibilidade de acompanhar a par e passo a vossa expedição, o que seria uma pena. A informação seria a mesma mas, ao momento tem outra emoção, sobretudo quando conhecemos os participantes destas aventuras.
Tenho passado informação aos alunos (E.B. Comunidade Islâmica) e expliquei-lhes como podiam eles próprios acompanhar as notícias a par e passo. Vamos ver se me surpreendem trazendo-me alguma novidade.
Tenho lido o "Diário de Bordo" que é notável, não apenas pelas magnificas imagens, mas sobretudo pela forma entusiástica como nos descreve toda esta aventura cientifica. Afinal, a informação cientifica pode ser um emocionante momento de leitura.

Vamos continuar a acompanhar e... a invejar!

Fazemos votos de continuação do sucesso e da alegria que temos testemunhado pelas imagens e empolgantes relatos.

Um abraço,

Lygia

Fatima disse...

Boa noite
Mas que dias! Imagens fantásticas como sempre, descrições perfeitas. Estive a ler "muito caladinha", para não perturbar a bicharada, tal era o entusiasmo com que seguia o vosso passeio.
É bom que todos os minutos se aproveitem ao máximo. É cada momento só se vive uma vez e é único mesmo.
Como alguém dizia:
O comboio da vida só pára uma vez em cada estação, por isso não se pode nunca perder.
Continuação de bom trabalho
Saudações a todos.

Jose Xavier disse...

Ola Lygia e Fatima,

Como as vossas palavras sao tao simpaticas...la estou eu a sorrir para o meu computador com uns amigos Ingleses a questionarem-me porque estou assim novamente.

Sem duvida, tem sido brilhante, quer a viagem quem tambem a alegria de perceber que consigo transmitir a mensagem do que e estar por aqui...so de dar uma iedia ja fico muito contente.

Estar por ca parace um sonho. Alias, ja estamosa a acamniho de regresso as Ilhas Falklands e as 24 horas em que estive com todos aqueles animais ja parece longinquo.


Que todas estas aventuras motivem muitos jovens para a beleza do nosso planeta, seja para os pinguins da Antarctica seja para a borboleta no quintal:)

Beijinhos a ambas, aos alunos e muito obrigado por toda a simpatia

Jose

Anónimo disse...

Ler a descrição desse dia foi (quase) o mesmo que estar lá também, tal é o entusiasmo e a felicidade que elas carregam. Já sei o que é sentirmos uma imensa felicidade por estarmos num sitio belo.Há tempos, ao atravessar os fiordes da Noruega, senti-me verdadeiramente, uma privilegiada ao cimo da Terra.E isso nunca mais se esquece! Aproveite cada minuto, para bem da sua mente, do seu corpo, do seu saber, da sua vida!Votos de bom inicio de regresso. Abraço. Helena

Samuel e Emanuel disse...

Obrigado por nos enviar a foto do Pinguim Imperador.
Continue com um bom trabalho .
Samuel ,Emanuel.

7ºD - JNJ disse...

Olá,José.
Este novo trbalho está muito interessante.Os seus ultimos trabalhos têm-me imspirado nos meus trabalhos.
Obrigado.

Feito por:
Afonso Barreira
Emanuel
7ºd

7ºD - JNJ disse...

Olá,José.
Este novo trbalho está muito interessante.Os seus ultimos trabalhos têm-me imspirado nos meus trabalhos.
Obrigado.

Feito por:
Afonso Barreira
Emanuel
7ºd

7ºD - JNJ disse...

Olá,José.
Este novo trbalho está muito interessante.Os seus ultimos trabalhos têm-me imspirado nos meus trabalhos.
Obrigado.

Feito por:
Afonso Barreira
Emanuel
7ºd

Jose Xavier disse...

Obrigado Afonso, Samuel e Emanuel!!!!

Que bom receber noticias vossas. Saber que este trabalho vos inspira a gostar mais do que vos rodeia, perceber que o nosso planeta e lindo mas principalmente gostarem do que fazem...fico muito feliz!

Optimo que a foto do pinguim imperador chegou bem.

Grande abraco a todos das vossas escolas.

Boas aulas:)

Grande abraco da Antarctica!

Jose

Neusa do Vale disse...

Olá!
Encontrei o teu blog por acaso e adorei ler as tuas aventuras! As fotos são espetaculares e consigo imaginar a sensação de estar num sítio como esse! Claro que deves ter imenso trabalho tb, e para esse te desejo muita força!
Beijinhos aqui de Portugal
Neusa

Anónimo disse...

Zé, tenho acompanhado a tua expedição desde o principio, tás a fazer ciência para todos, o que faz falta, ainda para mais na tua àrea e da maneira que o fazes cativas toda a gente; continua mesmo depois de regressares. Um abraço Xico da Ana Salomé.

Jose Xavier disse...

Amigo Xico

Sempre um prazer receber palavras tao gentis tuas.

Bem me lembro da tua sensibilidade no dia em que a Ana foi para a Antarctica no dia de Natal...foi duro mas percebeste que seria uma oportunidade unica...e foi!

Que bom vos conhecer!

Grande Abraco da Antarctica e ate breve!

Jose

Jose Xavier disse...

Obrigado Neusa!

Espero que a tese esteja a correr bem e bom sprint final.

Beijinhos bem geladinhos

Jose