terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Baia de Hound (Hound Bay)

Latitude: -54.22
Longitude: -36.28
























Parece um roteiro de férias mas não é. Depois da Baía de Stomness (em cima) com as calibrações, tivemos de ir buscar todo o equipamento de campo para o trabalho com os pinguins rei na Baía de Hound (em baixo).













O amanhecer de Stomness ainda me estava na cabeça. Com a possibilidade de ir a uma colónia de penguins rei a Baía de Hound, eu estava com um brilho nos olhos. De início, julgava-se que seria por voluntariado para ir buscar o equipamento, mas depois percebeu-se que devido ao tempo limitado que tinhamos, apenas 5 cientistas precisavam de ir a terra. Estes seriam escolhidos por Geraint Tarling, o responsável do cruzeiro…fiquei super contente quando me disseram que eu tinha sido escolhido. Abaixo, eu e a ventania do dia em Hound Bay....












A ida a terra seria muito rápida. Seria chegar à colónia, trazer o equipamento para a praia (100 metros de distância), e colocar tudo num bote. Seria uma tarefa de 2 horas e não havia tempo para levar máquina fotográfica…e assim foi! (a foto abaixo de pinguins rei, foi tirada por mim em St. Andrews Bay no ano 2000)


2 botes, e um rebocador foram usados para trazer tudo. As ondas chegaram para deixar entrar a água a 2 graus pelas botas a dentro mas como estava sempre a andar de um lado para o outro, a água aquecia num instante. Os melhores momentos foram:
1- Quando cheguei à praia, eu e o Martin fomos os primeiros a pôr os pés na água e na areia. O sentir a água gelada nos pés!
2- Estar no meio dos penguins rei, com eles a passarem ao nosso lado em grupo a olhar para nós a pensarem de certeza “que penteado tão fora de moda estes novos penguins têm!”. No caso dos lobos marinhos foi ainda mais espectular pois eles vêm até nós…super curiosos. Por fim, as renas e os elefantes marinhos nos pastos verdejantes…
3- O sentir a terra firme. Já não pisava terra há semanas…que bom a sensação de segurança!
4- Por fim, o estar a fazer algo diferente. O estar em terra, ter o contacto directo com os animais…foi muito bom. Simplesmente magnifico!!!


















Claro para os que não foram escolhidos para ir estavam tristes…mas com aquele sorriso a dizer “que bom que te divertis-te por mimi também!” Em cima, todos a tirarem fotos desta Baia com B grande!

Proximo destino....a captial da Georgia do Sul...Grytviken!


(Stomness Bay was amazing, with its history and whaling station, so I was quite curious on Hound Bay would be like. Hound Bay is where the king penguin research is being carried out. We had to pick up some equipment there (there is no research station there, so it is like a Summer camp). At first I thought everyone could be a voluntier however, duie to time restrictions, only 5 could go ashore and collect the equipment. The Principal Scientific Officer for the cruise, Geraint Tarling, chose Andy Black, Dirk Briggs, Robin, Hugh Venables and me that would help Martin Collins!!!!! It had to be fast and in two hours the work was done. No time for photographs though...Hound Bay had its own personality of a place, with the king penguins everywhere, the elephant seals and reindeer around, the Antarctic fur selas chasing us as usual...great place!!!! Next , King Edward Point, at the capital of South Georgia...Grytviken! (which means "Por Cove" )

7 comentários:

Fatima disse...

Boa tarde.
Que descrição espectacular! Até eu senti o poisar dos pés em terra firme! Não cheirei, nem senti os pinguins à minha volta, nem os outros animais todos, mas a avaliar pela sensação descrita, deve ter sido magnifico!
Continuação de boa viagem e bom trabalho a toda a equipa

Fernando Lopes disse...

Olá Caro cientista-viajante J Xavier

Continuo atento e maravilhado com o seu roteiro.

Deve ser de facto maravilhoso estar no meio desses animais extraordinários.

Um abraço

Jose Xavier disse...

Ola Fatima e Fernando

Muito obrigado pelas palavras!

Hoje foi tambem um dia fantastico...ja vou contar.

Beijinhos e abracos da Antarctica

Jose

Anónimo disse...

Pode não ser um roteiro de férias mas o seu ar feliz naquela foto é o suficiente para nos fazer crer que está a viver uns tempos inesqueciveis da sua vida. Abraço.
Helena

Anónimo disse...

Sou o Miguel e tenho 9 anos gostei muito do teu blog porque adoro pinguins e quando for grande quero ser biologo cientista e viajar como tu para estudar estes bichinhos tão simpáticos.
Um abraço para ti.

Jose Xavier disse...

Obrigado Miguel pelo comentário!!!!

Bons estudos e esse abraço foi muito bem vindo.

Fica bem

José

Anabela disse...

Somos os alunos do Clube Europeu/MeteorEscola, da Escola EB1 Cidade de Castelo Branco.
No ano passado esteve connosco, mas mesmo estando bem longe de nós as novas tecnologias permitiram-nos acompanhar a sua viagem,passo-a-passo. A sua experiência é para nós um exemplo de vida, que nos motiva a lutarmos dia-a-dia, nos nossos estudos, na nossa vida e por uma Terra mais saudável.

Os alunos do Clube Europeu/MeteorEscola.