quarta-feira, 8 de abril de 2009

Grande tempestade!!Big storm!!

Latitude: 49.50 Sul/South
Longitude:34.21 Oeste/West




















(James Clark Ross menos de 24 horas perto da Frente Polar Antárctica...a parte da frente do navio tem mais de 30 metros....)


Sim, grande tempestade....mas tenho estado atento
às últimas noticias sobre a Antárctica (obrigado Lygia e Helena!):

1) A da plataforma de gelo de Wilkins (sudoeste da Peninsula Antárctica), que tem o tamanho da Jamaica, está em vias de ecolapsar e separar-se do continente Antárctida . David Vaughan, um colega da British Antarctic Survey bem alegre e profissional, é um dos especialistas e falámos brevemente à semanas. Este é mais um exemplo de que algo de anormal está a acontecer na Antárctida. Wilkins ice shelf estava previsto, segundo o relatório do IPCC (de 2007), de possivelmente ver-se algo acontecer lá daqui a 30-50 anos já que fica mais a Sul do que a plataforma Larsen B (que progressivamente se desintegrou nos anos 90) .



















(Iceberge bem pequeno...as ondas comecavam a aumentar...)

Já havia indicios de que isto poderia acontecer no ano passado (2008), pois nesta mesma altura do ano, noticias sobre esta questão estiveram nos media. A verdade é que Wilkins ice shelf continua frágil e estamos em 2009....dá para pensar. Num ponto de vista global, estas plataformas de gelo (que já se encontram no mar), em nada vão aumentar o nivel do mar. No entanto, podem contribuir....como por exemplo para aumentar a temperatura nessa região (ou seja, com menos gelo...menos albedo (reflexo da luz solar), logo menos energia é enviada de volta para o espaco, e logo aquela região pode aquecer mais rapidamente....)..e o aquecimento da agua do mar levar a expandir-se e logo tambem a contribuir para um possivel aumento do nivel medio da agua....

















(48 hours before...)

2) De estarmos a celebrar os 50 anos do Tratado da Antárctida e Portugal ainda não o assinou. A Jornalista do Jornal de Noticias, Eduarda Ferreira, escreveu um artigo no passado dia 6 de Abril sobre como os 47 países subscritores estão reunidos em Baltimore, EUA até ao dia 17 de Abril para uma nova ractificacão do Tratado, que avoga que a Antárctida é um continente que não pertence a nenhum pais, que deverá ser devotado a ciência e deverá ter um regime de gestão baseado na paz e na colaboracão internacional. Portugal foi mencionado pelo comité internacional do Ano Polar Internacional (o programa cientifico internacional que reuniu mais de 60 paises de todo o mundo, que terminou em Marco 2009) como um dos paises mais activos em colaboracoes internacionais nestes ultimos 2 anos, quer cientifica quer educacionalmente....um orgulho de todo esforco dos cientistas Portugueses. Julgo que em breve Portugal irá assinar formalmente o Tratado, pois já foi ractificado pela assembleia da republica.

















(Tempestade...qual tempestade? Para um albatroz viajeiro Diomedea exulans is business as usual)

Uma palavra sobre o Arctico, pois tem havido noticias de o gelo esta a recuar e cada vez mais fino...recuar
é preocupante pois significa que esse recuo pode chegar a Gronelandia e ai comecamos a ver o nivel medio da agua a aumentar (pois o gelo da Gronelandia, que maioritariamente se encontra em terra, pode comecar a derreter e a deslizar para o Oceano mais rapidamente) e as carateristicas da agua a alterarem-se (que pode afectar o sistema de correntes no Atlantico norte). Isto para nao falar que os ursos polares (as focas, etc) podem ficar sem habitat....


Esta semana estamos a atravessar uma tempestade a alguns dias e claro.... a ciência tem de esperar. Tentámos colocar um aparelho na água mas a tensão nos cabos era tal que tivemos de parar...mas como estamos na Antárctica, estava previsto no plano que teriamos também algum mau tempo...


Tenho passado algum tempo na ponte do navio, onde o capit
ão Graham passa os seus dias, para ver as ondas gigantes, conversar sobre como as condicões estão a evoluir... mas a maior parte do tempo é passado a arrumar cadeiras, amarrar computadores às mesas, tentar andar entre o escritório até ao laboratório sem partir nada, tentar dormir sem cair da cama (nota-se que toda a gente está mais cansada nestes dias...), o constante tilintar da caneta a rodar, da chávena a deslizar, dos livros a cair, tentar ler sem ficar enjoado...o corpo não pára de andar de um lado...para o outro....é como tivessemos na hora de ponta no autocarro ou no metro sem nos podermos mexer e toda a gente a empurrar para um lado e para o outro...e nós vamos na onda. Aqui quem nos empurra é invisivel, não sorri e nem diz bom dia....

Tudo isto no entanto d
á-nos tempo para recuperar alguma energia. É que os dias têm sido muito bons mas intensivos...

Em breve, estarei em Bird Island mas at
é lá, aproveitar ao máximo....

These days I have been succint on my messages due mainly to us being on a storm. The science has been pretty good but when a storm at sea comes, we literally have to stay put and let the storm pass. We tried to put some nets in the water but it showed that the tension on the cables was too much. Nevertheless, most of the science has been carried out successfully and very soon, the cruise will be finished. Rebecca Korb, our Principal Science Officer of the cruise, already alerted all scientists to start writing their science reports. Soon, I will be at Bird Island ready to start working on the albatrosses and penguins...but before that I want to make sure, like everybody onboard, that we take the best experiences possible from this amazing science cruise...even with a storm:)))

5 comentários:

Lygia Maria Couceiro Braga disse...

Olá José,

Finalmente a tempestadezita...
Espero que tudo não passe de uns dias de aventura mais sacudida.
Obrigada pelos votos de Boa Páscoa.
Desejo-lhe, e a todos a bordo, uma Santa Páscoa.
Obrigada pelas notícias que, mesmo no meio da tempestade, conseguiu recolher para nos disponibilizar.
Fico muito feliz com a forma como Portugal registou o seu nome nestas andanças da Ciência Polar. Espero que esse tratado seja assinado também por nós.

Beijos,

Lygia

Anónimo disse...

Boa noite José
Fico contente de saber que o nosso país (graças à entrega de certos cientistas...) se mostra deveras empenhado no Ano Polar Inernacional.
Que a tempestadezita tenha passado e votos de boa Páscoa. Levaram as amêndoas???
Beijos.
Helena

Gonçalo Vieira disse...

Olá grande Zé!
Ler o teu blogue é refrescante! Vejo que estás em grande forma!
Parabéns, abração e boa Pascoa!
Gonçalo

Green Torrinhas disse...

Vim aqui deixar-te meus votos de boa Páscoa!
Sei que soa estranho falar de Páscoa a meio de uma campanha, mas imaginação não tem limites!

E Páscoa pode ser onde se quiser... parafraseando o poeta!

Deixo-te o link de 'Celtic Women'- Sail away - Orinoco flow:

http://www.youtube.com/watch?v=WfDGICgWv4s&feature=player_embedded

... um som céltico bem bonito :)

Beijos,

Minerva disse...

Olá Xavier,

Tenho lido o teu blog com entusiasmo, que vontade de ver esses pinguins e otárias de perto! As fotos estão fantásticas. Aposto que tens montes de histórias engraçadas para contar.Faço votos que continue tudo a correr bem e parabéns pelo blog.

Um beijo daqui de Portugal para todos.

Ana Mendonça